Cachoeira do Sul - (51) 3722 5073
Santa Cruz do Sul - (51) 3715 2919 ou (51) 3056 3026


Login: Senha:
W E B M A I L



Enzilab

• Intruções de Coleta •




PROFISSIONAIS | Artigos |

Breve revisão Bacteriúria Assintomática
Marion P. Rocha e Leonardo O. Gonçalves*

Um editorial do periódico The New England Journal of Medicine (outubro, 2000) relatava que, desde a introdução das uroculturas quantitativas na metade da década de 1950, estudos demonstraram consistentemente que 1 a 2% das garotas escolares e cerca de 5% das mulheres jovens sexualmente ativas têm uroculturas positivas, mas não apresentam sintomas de infecção do trato urinário.

A bacteriúria assintomática é definida como a presença de mais de 100.000 UFC por ml de urina de pessoas sem sintomas de infecção do trato urinário. A maior população de pacientes com risco de bacteriúria assintomática é a dos idosos. Até 40% dos homens e mulheres idosos podem ter bacteriúria sem sintomas. Embora estudos iniciais observassem uma associação entre bacteriúria e aumento da mortalidade, estudos mais recentes têm fracassado em demonstrar tal ligação.

Três grupos de pacientes com bacteriúria assintomática demonstraram beneficiar-se do tratamento: (1) mulheres grávidas, (2) pacientes com transplantes renais e (3) pacientes que estejam em vias de passar por procedimentos do trato geniturinário. Entre 2% e 10% das gestações são complicadas por infecção do trato urinário; se deixadas sem tratamento, 25% a 30% das mulheres com tal infecção desenvolvem pielonefrite. As gestações complicadas por pielonefrite associam-se a crianças com baixo peso ao nascimento e prematuridade. Dessa forma, as mulheres grávidas devem ser triadas para bacteriúria por urocultura com 12 a 16 semanas de gestação. A presença de 100.000 UFC de bactérias por ml de urina é considerada significativa.

Não existe urgência para iniciar o tratamento de uma bacteriúria assintomática. Terapia deverá ser adiada até que duas culturas tenham sido realizadas para confirmação de bacteriúria.

As mulheres grávidas com bacteriúria assintomática devem ser tratadas por um período de três a sete dias de antibióticos, e a urina deve ser subseqüentemente cultivada para se ter certeza da cura e evitar recidivas. Embora a amoxicilina seja freqüentemente sugerida como agente de escolha, a E. coli agora é comumente resistente a ampicilina, amoxicilina e cefalexina. Dessa forma, o tratamento deve basear-se nos resultados do antibiograma. Pode ser usada nitrofurantoína ou trimetoprima-sulfametoxazol; entretanto, deve-se ter cautela no terceiro trimestre porque as sulfamidas competem com ligação da bilirrubina no recém-nascido.

As infecções do trato urinário sintomáticas complicam 1% a 2% das gestações, geralmente em mulheres com bacteriúria persistente. A maioria das mulheres grávidas com pielonefrite deve ser internada. Inicialmente, estas pacientes devem receber antibioticoterapia intravenosa. Devem completar um período de 14 dias de antibioticoterapia aguda, seguido por terapia supressiva noturna até o parto. Estudos recentes têm mostrado que mulheres grávidas selecionadas com pielonefrite podem ser tratadas com ceftriaxona, administrada pela via intramuscular ou cefalexina oral sem internar a paciente. A ceftriaxona, cefalosporina de terceira geração administrada por via parenteral, é o agente adequado para o tratamento de pacientes internadas. As tetraciclinas e as fluoroquinolonas devem ser evitadas na gravidez.

Bibliografia Consultada:
NICOLLE LE. Assimptomatic Bacteriuria - Important or Not? N Engl J Med, 2000;
343:1037-9
MANDELL D. Principles and Practice of Infections Diseases. Fourth edition-1995.
ORENSTEIN R & WONG ES. UroNews, maio-2000.
VILLAR J, LYDON-ROCHELLE MT, GULMEZOGLU AM. Duration of
Treatment for asymptomatic bacteriuria during pregnancy (Cochrane Review), In: The Cochrane Library, Issue 3,1999.

*Bioquímicos do Laboratório ENZILAB


Leia também:

 




| Indique este site | | Topo |

 
Página InicialAdicionar aos FavoritosEnviar e-mail
 
H O M E
   
E M P R E S A
Quem Somos
Diretoria
História do Enzilab
Política da Qualidade
   
A T E N D I M E N T O
Localização
Exames
Convênios
Coleta Domiciliar
Coleta nas Empresas
   
C O N T A T O
Fale Conosco
Envie Currículo
   
P R O F I S S I O N A I S

Artigos Técnicos
Links Úteis

Acesse aqui nosso
Informativo
Científico.

Copyright © 2004 - ENZILAB Laboratório de Análises Clínicas - Todos os direitos reservados   |    Layout: Taumes   |   Tecnologia: ÍCONE