Cachoeira do Sul - (51) 3722 5073
Santa Cruz do Sul - (51) 3715 2919 ou (51) 3056 3026


Login: Senha:
W E B M A I L



Enzilab

• Intruções de Coleta •




Diagnóstico Laboratorial da Intolerância à Lactose

Intolerância à lactose é a incapacidade de digerir a lactose, resultado da deficiência ou ausência da enzima intestinal chamada lactase. Esta enzima possibilita decompor o açúcar do leite em carboidratos mais simples para a sua melhor absorção. Este problema ocorre em cerca de 25% dos brasileiros.

Há três tipos de intolerância à lactose, que são decorrentes de diferentes processos: deficiência congênita da enzima, diminuição enzimática secundária a doenças intestinais e a deficiência primária ou ontogenética. O primeiro tipo é um defeito genético raro, relacionado com a incapacidade de produzir a lactase. O segundo tipo é bastante comum em crianças no primeiro ano de vida e ocorre devido à diarréia persistente, com posterior morte das células da mucosa intestinal (produtoras de lactase). Assim, o indivíduo fica com deficiência temporária de lactase até que estas células sejam repostas. Estatisticamente, o terceiro tipo é o mais comum na população. Com o avançar da idade, existe a tendência natural à diminuição da produção da lactase. Esse fato é mais evidente em algumas raças como a negra (até 80% dos adultos têm deficiência) e menos comum em outras, como a branca (20% dos adultos).

Os sintomas mais comuns são náusea, dores abdominais, diarréia ácida e abundante, gases e desconforto. A severidade dos sintomas depende da quantidade ingerida e da quantidade de lactose que cada pessoa pode tolerar. Em muitos casos pode ocorrer somente dor e/ou distensão abdominal, sem diarréia. Os sintomas podem levar de alguns minutos até muitas horas para aparecer.

A intolerância à lactose pode ser diagnosticada por três testes:

1- Teste de tolerância à lactose (TTL ou Teste de sobrecarga à lactose): Dosa-se o nível de glicemia de jejum e seqüencialmente depois de uma carga oral de lactose. O nível da glicemia em jejum é obtido depois de administrados 50g de lactose (2g/Kg para crianças até 50g). A glicemia é dosada em 0, 30 e 60 minutos. Tem uma sensibilidade de 75% e uma especificidade de 96%. A mal-absorção da lactose é confirmada com um aumento da glicemia menor que 20 mg % (Pereira et al., 1982).

2- Teste de acidez das fezes. Detecta os ácidos produzidos pela má digestão da lactose. A colheita deve der realizada até 8 horas após a ingestão de lactose ou em amostras isoladas em crianças muito novas. É realizada a pesquisa de substâncias redutoras, glicose e pH (Pereira et al, 1982). Valores de pH fecal inferiores a 5 associados com glicose e substâncias redutoras positivas indicam intolerância a lactose quando associadas com o teste de tolerância à lactose.

3- Ar expirado: Representa a monitoração da quantidade de hidrogênio nos gases exalados pela respiração, após a ingestão da lactose. Uma variação do gás hidrogênio expirado (H2) entre a dosagem basal e após sobrecarga maior ou igual a 20 ppm indica malabsorção de lactose. Este teste apresenta alta sensibilidade, porém é pouco utilizado pela dificuldade técnica e pelo alto custo do método.

Fonte:
1- Arola H., Koivula T., Jokela H., Jauhiainen M., Keyrilainen O.,Ahola T., Uusitalo A. & Isokoski M.. Comparison of Indirect Diagnostic Methods for Hypolactasia. Scand J Gastroenterol. 23: 351-357, 1988.
2- Lerch M. M., Reiband H.-C., Feldberg W., Matern S.. Concordance of Indirect Methods for the Detection of Lactose Malabsorption in Diabetic and Nondiabetic Subjects. Digestion. 48: 81-88; 1991.
3- Pereira,A.S.; Magalhães,A.F.N. de & Pereira Filho,R.A. Teste de Sobrecarga com lactose (TSL), no diagnóstico de malabsorção primária de lactose do adulto (MLA). Rev.Bras.Patol.Clín., 18: 1-6, 1982.
4- www.virtual.epm.br



Leia também:


| Indique este site | | Topo |

 
Página InicialAdicionar aos FavoritosEnviar e-mail
 
H O M E
   
E M P R E S A
Quem Somos
Diretoria
História do Enzilab
Política da Qualidade
   
A T E N D I M E N T O
Localização
Exames
Convênios
Coleta Domiciliar
Coleta nas Empresas
   
C O N T A T O
Fale Conosco
Envie Currículo
   
P R O F I S S I O N A I S

Artigos Técnicos
Links Úteis

Acesse aqui nosso
Informativo
Científico.

Copyright © 2004 - ENZILAB Laboratório de Análises Clínicas - Todos os direitos reservados   |    Layout: Taumes   |   Tecnologia: ÍCONE